Ministério da Família é Meta da Democracia Cristã

07.08.2014 por DC em Notícias


Compartilhar:

Candidato a Presidência da República pelo Partido Social Democrata Cristão (PSDC) o Contituinte Eymael, que tem a seu lado Roberto Lopes, prioriza como uma de suas metas de governo, a criação do Ministério da Família. Eymael tem a clara dimensão da exorbitância do atual número de pastas ministeriais e sua diminuição também é uma das metas em seu governo. No entanto a criação de um ministério que visa os direitos e o bem estar das famílias é um dos pontos de que nunca abrira mão o Democrata Cristão e um organismo governamental com um olhar exclusivamente voltado para suas questões é fundamental.

O Constituinte Eymael durante sua visita a Santo André, no ABC paulista.

O Constituinte Eymael durante sua visita a Santo André, no ABC paulista.

O programa de governo do PSDC tem 27 diretrizes, em um link direto com o número da legenda. Entre elas, cumprir e fazer cumprir a Constituição, resgatar e proteger os valores éticos da família, simplificar a política tributária e reduzir a carga dos impostos.

Eymael destaca a intenção de desenvolver a política nacional de segurança, com a criação de um Ministério de Segurança Pública, sempre lembrando sua proposta para a redução no número de pastas no governo federal, mas ressalta a necessidade de criar esse ministério que seria fator de integração para segurança nacional.

José Maria Eymael é candidato à presidência Foto: Fernando Borges / Terra

José Maria Eymael é candidato à presidência. Foto: Fernando Borges / Terra

O presidenciável também propõe um programa de saúde pública com foco na prevenção e defende a prática de um ensino inclusivo, que abarque as crianças e jovens portadores de necessidades especiais. Eymael ainda destaca a “obsessão pelo desenvolvimento” e uma política externa vinculada às grandes economias mundiais, que não seja meramente ideológica.

A Democracia Cristã do Brasil lembra a todos que tem seu ideário um país onde de fato a liberdade, a justiça e a solidariedade sejam respeitadas e praticadas, que em 5 de outubro as cores são azuis e amarelas, como as de nossa bandeira e o número é 27. Para o país que queremos e podemos.

PSDC: Para o país que queremos!