Eymael do PSDC esteve em Teresina e recebeu título e participa de encontro

07.06.2013 por DC em Notícias


Compartilhar:

O presidente nacional do PSDC, deputado federal constituinte José Maria Eymael, esteve em Teresina e recebeu o título de Cidadão Teresinense na Câmara Municipal de Teresina, atendendo a proposição do vereador Ricardo Bandeira e comandar o Encontro do PSDC do Nordeste no Rio Poty Hotel, neste sábado(08).

O Título de Cidadania será entregue hoje(07), a partir das 19h e o encontro acontece a partir das 9 horas.

Sobre o Título de Cidadania, Eymael disse estar feliz. “Estou extremamente feliz em retornar a Teresina e poder ver o crescimento do nosso partido aqui no Piauí, com atuação dos vereadores na capital e prefeitos do Estado. Então esse título é uma alegria e uma felicidade por receber esse título”, destacou o gaúcho nascido em Porto Alegre.

Em relação ao Encontro deste sábado, o parlamentar disse que em todos os anos ímpares o partido faz reuniões regionais para fazer análises e apresentar as novas estratégias para as eleições do ano seguinte.
O realizado em Teresina amanhã será o último e onde será lançada a Marcha da Inconformidade. “Já fizemos das regiões sul e sudeste em Curitiba-PR, da região Centro-Oeste em Brasília e da região Norte em Rio Branco-AC, agora reuniremos os Estados do Nordeste aqui em Teresina para lançarmos a Marcha da Inconformidade da Democracia Cristã: inconformidade com a saúde ausente, com o pacto federativo que concentra na União os recursos e só distribui os encargos para Estados e Municípios, com a segurança pública, com a Educação, pelo absurdo que é ter limite para Imposto de Renda”, afirmou Eymael.
Eleições 2014
O deputado federal disse que ainda analisa se sairá candidato à presidência no próximo ano, mas que é uma vontade de seus correligionários.
  “É um apelo dos companheiros, mas é um assunto que devemos trabalhar com cuidado e sensibilidade, ainda estamos analisando”, avalia.
Em relação aos Estados, ele disse que a meta é aumentar a participação nas assembleias e no Congresso Nacional, bem como nas gestões dos Estados.
“O partido tem 68 anos de história, mas já foi destruído duas vezes. Em 1995 ele ressurgiu e em 2012 conseguimos um reforço nacional. Em 2014 será uma chapa inteligente onde todos os candidatos terão a mesma chance, não haverá favoritos”, afirmou.
Fonte : Cidade Verde