José Maria Eymael estave em Dourados nesta sexta

24.04.2013 por DC em Notícias


Compartilhar:

O crescimento do PSDC – Partido Social Democrata Cristão em Mato Grosso do Sul, elegendo cinco vereadores e tendo participação em 11 coligações majoritárias vitoriosas nas eleições passadas é a pauta principal da vinda de um dos mais respeitados políticos brasileiros em Dourados nesta sexta-feira, 26.

000

O Presidente Nacional José Maria Eymael por São Paulo, visitou o Estado e, além de Dourados, ele esteve em Campo Grande, num diálogo franco para alavancar ainda mais a legenda 27. Em Dourados foi a primeira vez que ex-deputado Federal Constituinte esteve numa união dos diretórios Estadual e Municipal, respectivamente, por meio dos presidentes Elizeu Amarilha e Geraldo Sales e do vereador Aguilera de Souza, primeiro indígena e primeiro vereador da Democracia Cristã eleito no Município.

A reunião foi no Auditório da OAB, Rua Onofre Pereira da Matos, 1712, entre as ruas Presidente Vargas e João Rosa Goes, Centro, além de Aguilera de Souza, outros quatro vereadores da Democracia Cristã foram eleitos nos municípios de Ivinhema – Zé Visconde; Aquidauana – Nilson Pontim; Ribas do Rio Pardo – Diony Erick (mais votado) e Terenos, o empresário Leandro Caramalac.

Segundo Elizeu Amarilha, o PSDC teve uma ascensão extraordinária em MS, com uma porcentagem elevada. – Além dos cinco vereadores e dezenas de suplentes, a Democracia Cristã venceu em onze municípios na composição majoritária – conta.
Em nível nacional a legenda emplacou 447 vereadores, sendo 49 mulheres.

José Maria Eymael vem acompanhado pelo membro da Executiva Nacional, Rubens Pavão (imprensa), dentre outros. Ele chegou a Dourados na sexta-feira a tarde e participou  do encontro a noite, no dia seguinte, 27 – sábado, esteve em Campo Grande a partir de 9h no Hotel Jandaia.

Na pauta do encontro consta: desempenho nas eleições 2012, estratégia para 2014, filiações e fortalecimento do partido criando os movimentos: jovem, indígena, feminino, cultural, ecológico, empresarial e da terceira idade. “Nossa bandeira: criação da secretaria municipal da Família e Indígena”, assevera Amarilha. (Silva Junior).